IGUAÍMIX.COM
 Iguaí . Bahia
  História
  Dados
  Como Chegar
  Pontos Turísticos
  Cultura
  Opinião
  Guia Comercial
  Vídeos
.
.
.
 IguaíMix
  O Site
  Equipe
  Contato
  Orkut
  Twitter
.
  Saúde
.
 

DENGUE

Dengue é uma doença infecciosa aguda e possui 4 sorotipos (DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4). É transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti. Ocorre principalmente em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil. As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos. O quadro clínico é amplo, apresentando desde uma síndrome febril inespecífica até quadros graves como hemorragia, choque e às vezes óbito. É uma doença de notificação compulsória e sua forma grave é de notificação IMEDIATA. A forma clínica clássica é conhecida como dengue clássica ou febre da dengue e a forma grave, febre hemorrágica da dengue.

A Dengue Clássica:
- Febre alta com duração de 2 a 7 dias
- Dor de Cabeça
- Dor no corpo e nas juntas
- Dor atrás dos olhos
- Manchas vermelhas pelo corpo
Para quem tem diagnóstico de dengue, deve ficar atento ao surgimento dos sintomas abaixo. E procure imediatamente um médico em qualquer uma das situações abaixo:
    - Dores na barriga fortes e contínuas
    - Vômitos persistentes
    - Sangramento pelo nariz, boca e gengivas
    - Sede excessiva e boca seca

O mosquito

A dengue no Brasil é transmitida por uma espécie de mosquito, o Aedes aegypti, que pica tanto durante o dia como à noite. O vetor se reproduz dentro ou nas proximidades de habitações, em recipientes onde se acumula água limpa (vasos de plantas, pneus velhos, cisternas, etc.).
Modo de transmissão

            A fêmea do mosquito pica a pessoa infectada, mantém o vírus em sua saliva e o retransmite em novas picadas. A transmissão ocorre pelo ciclo homem-Aedes aegypti-homem. Após a ingestão de sangue infectado pelo inseto fêmea, transcorre nesta fêmea um período de incubação. Após esse período, o mosquito torna-se apto a transmitir o vírus e assim permanece durante toda a vida.

Qual o ambiente ideal?

            As fêmeas e os machos (que geralmente acompanham as fêmeas) ficam dentro das casas. A temperatura mais favorável para o desenvolvimento da larva é entre 25 a 30ºC. Abaixo e acima destas temperaturas o Aedes aegypti diminui sua atividade. Acima de 42ºC e abaixo de 5ºC ele morre.
             Muitas cidades brasileiras possuem as condições propícias para o desenvolvimento do Aedes aegypti. Temperatura e umidade relativa são primordiais para o desenvolvimento do mosquito e, principalmente, para manter os ovos viáveis mesmo fora d'água. Além de serem densamente povoadas, as cidades apresentam índices de umidade relativa do ar elevados e temperaturas entre 25 e 30ºC, condições ideais para a multiplicação do vetor. Por isso, é muito importante que todos participem do combate aos focos do vetor.

Como combater

Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje;
Manter o saco de lixo bem fechado e fora do alcance de animais;
Manter a caixa d’água bem fechada evitando criadouro;
Manter bem tampados tonéis e barris d’água;
Colocar areia nos pratinhos das plantas;
Lavar semanalmente com escova e sabão os tanques utilizados para armazenar água;
Jogar no lixo todo objeto que possa acumular água;
Trocar a água semanalmente das plantas aquáticas;
Quanto tempo depois de ser picado aparece a doença?

            Se o mosquito estiver infectado, o período de incubação varia de 3 a 15 dias, sendo em média de 5 a 6 dias.
       
Como é feito o tratamento da dengue?

             Não há tratamento específico para o paciente com dengue. O paciente com dengue clássica, o médico deve tratar os sintomas, como as dores de cabeça e no corpo, com analgésicos e antitérmicos (paracetamol e dipirona). Devem ser evitados os salicilatos, como o AAS e a Aspirina, já que seu uso pode favorecer o aparecimento de manifestações hemorrágicas. É importante também que o paciente fique em repouso e ingira bastante líquido.
            Os pacientes com Febre Hemorrágica da Dengue (FHD) devem ser observados cuidadosamente para identificação dos primeiros sinais de choque, como a queda de pressão. O período crítico ocorre durante a transição da fase febril para a sem febre, geralmente após o terceiro dia da doença. A pessoa deixa de ter febre e isso leva a uma falsa sensação de melhora, mas em seguida o quadro clínico do paciente piora.
             A Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) alerta que alguns dos sintomas da dengue só podem ser diagnosticados por um médico.

A pessoa que pegar dengue pode morrer?

        A dengue, mesmo na forma clássica, é uma doença séria. Caso a pessoa seja portadora de alguma doença crônica, como problemas cardíacos, devem ser tomados cuidados especiais. No entanto, ela é mais grave quando se apresenta na forma hemorrágica. Nesse caso, quando tratada a tempo a pessoa não corre risco de morte.
            O quadro clínico da dengue é dinâmico, isto significa que um paciente com dengue clássica pode passar rapidamente para a forma grave (Febre Hemorrágica da Dengue). Ao apresentar qualquer sintoma, procure a unidade de saúde mais próxima.

Depois de termos dengue, podemos pegar novamente?

            Sim, podemos, mas nunca do mesmo tipo de vírus. Ou seja, a pessoa fica imune contra o tipo de vírus que provocou a doença, mas ela ainda poderá ser contaminada pelos outros tipos conhecidos do vírus da dengue.

Posso pegar dengue de uma pessoa doente?

             Em hipótese alguma. Não há transmissão por contato direto de um doente ou de suas secreções com uma pessoa sadia, nem de fontes de água ou alimento.

Existe vacina contra a dengue?

            Ainda não, mas a comunidade científica internacional e brasileira está trabalhando firme neste propósito. A vacina contra a dengue é mais complexa que as demais. A dengue, com quatro vírus identificados até o momento, é um desafio para os pesquisadores. Será necessário fazer uma combinação dos quatro sorotipos conhecidos, para que se obtenha uma proteção realmente eficaz contra a doença.

Por que essa doença ocorre no Brasil?

            É um sério problema de saúde pública em todo o mundo, especialmente nos países tropicais como o nosso, onde as condições do meio ambiente, aliado a características urbanas, favorecem o desenvolvimento e a proliferação do mosquito transmissor, o Aedes aegypti. Mais de 100 países em todos os continentes, exceto a Europa, registram a presença do mosquito e casos da doença.

O Brasil está com uma epidemia de dengue?

            Não. No primeiro semestre do ano de 2008 ocorreu uma epidemia na cidade do Rio de Janeiro. Em 2009, até o mês de junho, houve uma redução de 48% nos casos notificados de dengue em comparação com o ano de 2008.

O inseticida aplicado para matar o mosquito da dengue funciona mesmo?

            Sim, os produtos funcionam. Tanto os larvicidas quanto os inseticidas distribuídos aos estados e municípios pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) têm eficácia comprovada, sendo preconizados por um grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde.
       
Tratamentos

            Ao ser observado o primeiro sintoma da dengue, deve-se buscar orientação médica no serviço de saúde mais próximo. Só depois de consultar um médico, alguns cuidados devem ser tomados, como:
        - Manter-se em repouso.
        - Beber muito líquido (inclusive soro caseiro).
        - E só usar medicamentos prescritos pelo médico para aliviar as dores e a febre.
             A reidratação oral é uma medida importante e deve ser realizada durante todo o período de duração da doença e, principalmente, da febre. O tratamento da dengue é de suporte, ou seja, alívio dos sintomas, reposição de líquidos perdidos e manutenção da atividade sanguínea.

Fonte: Ministério da Saúde

.
 EVENTOS IguaíMix [ VEJA TODOS ]  
.
.
.
.
 Parceiros IguaíMix
.
.
.
.
 Comunidades IguaíMix
.
 
WebtivaHOSTING | webdesign da Bahia fatos & fotos agenda eventos esportes entrevista turismo religião classificados saúde cinema